Hotel de luxo no Mosteiro de Lorvão

Publicado: 2021-03-22  

O mosteiro de Lorvão é o 18.º dos 49 imóveis inscritos no Programa Revive, (um programa conjunto dos ministérios da Economia, Finanças e Cultura, que abrange as autarquias locais, com coordenação do Turismo de Portugal). No caso do mosteiro de Lorvão a sua concessão será por um período de 50 anos, adjudicado à empresa Soft Time Unipessoal de Luís Sérgio Aleixo Pita. Com um investimento estimado na ordem dos sete milhões de euros, este hotel tem o início da exploração previsto para 2024.

 

Em comunicado do gabinete do ministro de Estado, da Economia e Transição Digital salienta-se um pouco da história deste imóvel: “Implantado num verdejante vale, o Mosteiro de Lorvão remonta à data da primeira reconquista cristã de Coimbra, em 878 D. C., subsistindo, ainda, elementos arquitetónicos medievais, tais como capitéis românicos nas capelas do claustro. No século X, era já importante o seu estatuto e dimensão. No século XVI, o claustro sofreu remodelações de gosto renascentista e, posteriormente, todo o conjunto edificado foi objeto de importantes e continuadas obras de cariz barroco, que lhe proporcionaram a imagem majestosa que apresenta atualmente”. 

 

Este conjunto arquitetónico classificado como monumento nacional em 1910. Foi requalificado no século XX, e albergou durante meio século o Hospital Psiquiátrico de Lorvão, encerrado em 2012. Com o programa Revive, o Governo pretende “valorizar e recuperar o património sem uso, reforçar a atratividade dos destinos regionais e o desenvolvimento de várias regiões de Portugal”.

 


CLIQUE PARA ASSINAR A NEWSLETTER

Inscreva-se para receber as nossas campanhas de marketing com novidades e oportunidades